Artigo

Artigo

Bem-vinda ao mundo livre, Ingrid!

A libertação dos reféns da guerrilha colombiana sinaliza para o fim do mais longo conflito já visto na América do Sul e aponta para o avanço da democracia no Continente.

A libertação dos reféns da guerrilha colombiana sinaliza para o fim do mais longo conflito já visto na América do Sul e aponta para o avanço da democracia no Continente. Após 40 anos de batalhas sangrentas e a morte de cerca de 40 mil pessoas, a arrojada operação do exército da Colômbia expõe ao mundo o declínio das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (FARC), já que o resgate foi feito nos domínios da guerrilha, agora mais fragilizada com o duro golpe da perda da principal prisioneira do grupo, a ex-candidata a presidência do País, a franco-colombiana Ingrid Betancourt.

Em que pese a existência de mais de 700 reféns em poder dos guerrilheiros, a soltura de Ingrid prenuncia para as FARC um destino semelhante ao de grupos armados como o IRA (ExércitoRepublicano Irlandês) e a Frente Sandinista de Libertação Nacional (FLSN), que abriram mão da luta política no campo democrático por acreditar em mudanças sociais a partir da luta armada. Depois do processo de auto-crítica, tais grupos ingressaram na vida democrática, disputando eleições e usando o convencimento como principal arma.

O significado de Ingrid Betancourt para o mundo é emblemático. Uma mulher consciente de seu papel no combate à guerrilha e ao narcotráfico, filha do representante da Unesco na França, que desde os anos 60 até o começo dos 90 viveu as principais transformações do mundo moderno, casando com um diplomata e tendo dois filhos com ele. A mulher que regressou a Bogotá e se elegeu senadora em 1998 foi aquela que resistiu com rebeldia à vida no cativeiro, mesmo sofrendo represálias desumanas.

O inferno na vida de Ingrid começou justamente por chegar muito próximo das FARC, o que lhe custou seis preciosos anos sem liberdade. A fundadora do Partido Verde nunca imaginou que os novos ares pretendidos por ela quando ingressou na vida política renovam o ambiente colombiano e mundial com a sua soltura. O mundo dormiu e acordou feliz com a imagem da alegria de Ingrid ao ser libertada. No sorriso da heroína a vitória da democracia sobre a intolerância. Bem-vinda ao mundo livre, Ingrid Betancourt!

NILTON NECO – Secretário Nacional de Relações Internacionais da Força Sindical

Enviar artigo para amigo(a)

Imagem de verificação

Outros artigos

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br