Artigo

Opinião

Não à progressividade nas aposentadorias!

Nossa luta é por um Brasil mais igualitário e justo socialmente!

O governo federal deu, mais uma vez, uma forte demonstração de sua já conhecida insensibilidade social, ao vetar a fórmula 85/95 para o cálculo das aposentadorias como uma alternativa ao Fator Previdenciário, e por criar, por meio de edição de Medida Provisória (MP), a progressividade da idade e do tempo de contribuição à Previdência Social, baseada nas mudanças da expectativa de sobrevida, que diminui as vantagens da fórmula e dificulta o acesso dos trabalhadores brasileiros à aposentadoria.

A grande verdade é que, de forma simulada, o que o governo pretende é promover uma reforma previdenciária por meio de pequenas alterações, que não trarão qualquer benefício para os trabalhadores.

A Força Sindical, ao lado das demais Centrais, que sempre lutaram em favor de uma alternativa justa ao Fator Previdenciário, vai mobilizar os trabalhadores para sensibilizar os parlamentares no Congresso Nacional pelo aprimoramento da fórmula 85/95, coisa que a progressividade constante da MP editada pelo governo não faz. A fórmula 85/95 daria ao trabalhador uma opção de escolha entre ela e o Fator ao atingir 85 e 95 anos, respectivamente para mulheres e homens, somando-se idade e tempo de contribuição.

A regra da progressividade, da forma como foi apresentada pelo governo, considera a fórmula 85/95 para 2016. Para 2017, a fórmula será majorada em um ponto (86/96), ficando mantida em 2018 e novamente majorada em 2019, quando será 87/97; em 2020 será 88/98; em 2021, 89/99; e, em 2022, 90/100. Em suma: a regra da progressividade anula, em pouco tempo, os ganhos que vierem a se obtidos com a regra 85/95.

O autoritarismo do governo Dilma tem de terminar. A presidenta não pode empurrar, “goela abaixo” da classe trabalhadora, medidas totalmente prejudiciais para todos nós. A luta da Força Sindical e das demais Centrais, em unidade de ação, para aprimorar a fórmula 85/95, que será apreciada em breve no Congresso, vai continuar e ser intensificada nas ruas e no Planalto Central.

Nossa luta é por um Brasil mais igualitário e justo socialmente!

Miguel Torres

Presidente da Força Sindical


Enviar artigo para amigo(a)

Imagem de verificação

Outros artigos

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br