Artigo

Artigo

No zoneamento da cana, a importância da regulação

O decreto que disciplina o cultivo da cana-de-açucar representa um passo importante para o estímulo da produção de etanol de forma sustentável. O projeto se baseia nas diretrizes do zoneamento agroecológico da cana elaboradas pela Embrapa e proíbe o plantio

O decreto que disciplina o cultivo da cana-de-açucar representa um passo importante para o estímulo da produção de etanol de forma sustentável. O projeto se baseia nas diretrizes do zoneamento agroecológico da cana elaboradas pela Embrapa e proíbe o plantio da cultura em 81,5% do território brasileiro, incluindo Amazônia, Pantanal e a região do Alto Rio Paraguai, que abrange o Mato Grosso e o Mato Grosso do Sul. Se considerada a área onde o cultivo não é recomendado, a restrição chega a 92,5% do solo brasileiro. A limitação, no entanto, expande de 8 milhões para 64 milhões de hectares o estoque de terras próprias para o plantio e avança no dilema da necessidade da produção e da preservação ambiental. A medida ainda aponta para a revisão de conceitos rígidos como a legislação dos biomas e a Faixa de Fronteira, cuja definição atual sacrifica o processo de crescimento econômico.
Ao promover o zoneamento estratégico, o governo federal sinaliza ao mercado internacional o caráter da produção brasileira de etanol com respeito ao meio ambiente, já que o Brasil é detentor de 31% das florestas nativas do mundo, ou vinte vezes mais que a Europa. O passo seguinte será reforçar a fiscalização do cumprimento da legislação trabalhista para os tralhadores rurais, cuja proteção ao trabalho ainda está longe do conquistado pelos empregados urbanos.
A Força Sindical, que vem se empenhando em unir o útil ao agradável e reforçar o binômio produção e preservação, saúda a providência do Governo Lula e a importância da regulamentação de questões desse âmbito, na esperança que o regramento chegue a setores estratégicos como o Comércio e a exploração do minério e da água, ainda regidos por conceitos ultrapassados.


Clàudio Janta, presidente da Força Sindical-RS e Conselheiro do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES)

Enviar artigo para amigo(a)

Imagem de verificação

Outros artigos

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br