Artigo

Artigo

Pizza?

E justamente por isso não aceitamos acusações levianas dirigidas a quem sempre esteve na luta dos trabalhadores exigindo dignidade e respeito aos princípios dos direitos humanos. Para a nossa classe não foi surpresa o veredicto da Câmara dos Deputados sobre idoneidade de Paulinho, pois sabíamos que as acusações eram falsas. Mais uma vez, a classe trabalhadora saiu vitoriosa e com a garantia de que seus direitos vão continuar sendo defendidos.

A absolvição do deputado federal Paulo Pereira da Silva, o “Paulinho da Força”, pela ausência de provas no processo contra ele mostra que existe grande chances do fato ser considerado perseguição política em razão da atuação do líder sindicalista em defesa dos trabalhadores.

Paulinho foi acusado pela Polícia Federal de participar de um esquema de desvio de recursos no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), mas um relatório da própria instituição mostrou que não existe a possibilidade de movimentação dessa natureza, fato que eu, como conselheiro, reafirmo.

É de uma absoluta falta de caráter colocar a idoneidade de uma instituição sólida e com a reputação ilibada como a do BNDES em cheque, falta de caráter maior é colocar na berlinda a honestidade de um homem, um líder, alguém que sempre defendeu a classe trabalhadora. Para nós, que conhecemos o caráter de Paulinho, cabe apenas acreditar que a forte atuação dele na defesa dos interesses dos trabalhadores despertou a inveja de alguns parlamentares que não conseguem cumprir o que prometeram aos seus eleitores.

O deputado Paulinho conseguiu, entre outras conquistas, impedir a aprovação da emenda três, que liberaria as empresas de arcar com encargos trabalhistas, medida que, sem sombra de dúvidas, traria muitos prejuízos à nossa classe. Atuações como essa, que defende a dignidade de quem acreditou em Paulinho e sempre o apoiou vão de encontro a outros interesses e esta pode ser uma razão para que a presença do líder sindicalista não seja bem aceita nos corredores da Câmara dos Deputados. A sua honestidade e o seu caráter foram comprovados em relatórios que mostram a verdade e também o quanto existiu manipulação de informações para prejudicá-lo.

Como cidadãos de bem, representantes de uma classe essencial para o desenvolvimento do país, pessoas que no seu dia-a-dia batalham pelo sustento de suas famílias, para dar educação e comida para seus filhos, lutamos sempre pela verdade. E justamente por isso não aceitamos acusações levianas dirigidas a quem sempre esteve na luta dos trabalhadores exigindo dignidade e respeito aos princípios dos direitos humanos. Para a nossa classe não foi surpresa o veredicto da Câmara dos Deputados sobre idoneidade de Paulinho, pois sabíamos que as acusações eram falsas. Mais uma vez, a classe trabalhadora saiu vitoriosa e com a garantia de que seus direitos vão continuar sendo defendidos.

Enviar artigo para amigo(a)

Imagem de verificação

Outros artigos

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br