Artigo

Análise

“Rolés” e suas consequências

O secretário Nacional de Relações Internacionais da Força Sindical, Nilton Neco, afirma que os Rolezinhos acontecem, com outros nomes e formatos, há cerca de dez anos em todo o Brasil.

Tenho acompanhado várias manifestações a favor e contra os chamados “rolés”, mas em nenhuma delas notei a preocupação que este tipo de ação, que vem ocorrendo dentro dos centros comerciais e shoppings, causa nos trabalhadores e trabalhadoras.

Os Rolezinhos acontecem, com outros nomes e formatos, há cerca de dez anos em todo o Brasil, segundo especialistas. Organizados pelas redes sociais - Orkut e em seguida Facebook - eles reúnem adolescentes para paquerar, cantar, consumir roupas e acessórios de marca.

Em dezembro de 2013, no entanto, um “rolezinho” marcado num shopping na zona leste de São Paulo, reuniu cerca de 6 mil pessoas e causou pânico entre lojistas e consumidores. Pelo menos três furtos foram registrados.

A partir deste fato, outros eventos semelhantes foram reprimidos por administrações de centros comerciais com ação policial e shoppings conseguiram liminares proibindo a entrada de menores para encontros.

Acredito que ações organizadas com o intuito de promover esse tipo de manifestação geram pânico nos locais em que são promovidas. Seja por medo ou prevenção, as pessoas irão deixar de frequentar esses locais, gerando a falta de consumo e, consequentemente, a demissão e o desemprego.

Devemos atentar que os centros de compras do nosso país são um grande gerador de emprego. Não sou contra qualquer tipo de manifestação democrática, mas em qualquer Estado de direito democrático existem regras que devem ser respeitadas por todos!

Nilton Neco

Presidente do SINDEC/POA

Secretário Nacional de Relações Internacionais da Força Sindical

Membro do Conselho de Administração da Organização Internacional do Trabalho (OIT)

Enviar artigo para amigo(a)

Imagem de verificação

Outros artigos

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br