Notícias

Piso regional 28/03/2018 11:46

Assembleia Legislativa do RS aprova por unanimidade reajuste de 1,81% no mínimo regional

Percentual de aumento foi o mesmo adotado nacionalmente, que passou a valer em janeiro deste ano.

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul aprovou por unanimidade, na tarde desta terça-feira (27), o reajuste de 1,81% no salário mínimo regional. Com 46 votos favoráveis, ficou determinado que a primeira faixa salarial do piso do estado passa de R$ 1.175,15 para R$ 1.196,47.

O percentual de aumento do salário mínimo foi o mesmo adotado nacionalmente, que passou a valer em janeiro deste ano. Conforme o governo federal, o reajuste abaixo da inflação está relacionado à fórmula como a correção é feita de um ano para o outro.

O cálculo leva em consideração a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

No Rio Grande do Sul, duas emendas foram apresentadas ao projeto, aumentando o índice de reajuste. A primeira, do deputado Luiz Fernando Mainardi (PT), propôs um reajuste de 4,17%, e a segunda, do deputado Ciro Simoni (PDT) e mais seis parlamentares, de 2,95%.

Porém, elas não chegaram a ser votadas. Isso porque o deputado Gabriel Souza (PMDB), líder do governo na Assembleia, apresentou requerimento de preferência, aprovado por 24 votos a 20, para votação apenas do texto do projeto.

Apesar da unanimidade na votação, deputados de oposição pediam um índice maior de reajuste. Durante a discussão, Mainardi foi à tribuna e fez um apelo aos colegas para que fosse aprovada sua emenda. Ele defendeu que para chegar ao número proposto levou em consideração a relação com o mínimo nacional e com a inflação do período, atendendo a pedidos de centrais sindicais.

"Apoiar o reajuste abaixo da inflação é dizer que o salário mínimo prejudica o desenvolvimento da economia", reclamou.

O deputado Pedro Ruas (PSOL) também defendeu um reajuste acima da inflação. O parlamentar aproveitou para criticar o governo do estado.

"Os grandes empresários têm essa linha desde sempre: são contra qualquer aumento aos trabalhadores e trabalhadoras. São contra porque são contra, e o governo do estado representa estes empresários", afirmou.

A Secretaria Estadual da Fazenda informou que o critério para o cálculo acompanha o percentual de aumento aplicado pelo governo federal em relação ao salário mínimo nacional. A data-base é 1º de fevereiro, e o pagamento será retroativo.

O objetivo do piso regional, conforme o governo do estado, é estabelecer um parâmetro que atenda a aproximadamente 1,3 milhão de trabalhadores informais ou que pertençam a categorias não contempladas em acordos coletivos.

Ao todo, cinco estados da federação contam com salários regionais: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo. O mínimo gaúcho é segundo mais alto.

Pisos Regionais no país (1ª faixa salarial)

Paraná - R$ 1.223,20

Rio Grande do Sul - R$ 1.196,47

Rio de Janeiro - R$ 1.136,53

Santa Catarina - R$ 1.110,00

São Paulo - R$ 1.108,38

Piso Regional do RS nas cinco faixas salariais

R$ 1.196,47

R$ 1.224,01

R$ 1.251,78

R$ 1.301,22

R$ 1.516,26

G1

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/2AM

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br