Notícias

Relações Internacionais 03/10/2016 15:11

Centrais Sindicais Latino-americanas criam corrente democrática

Nilton Neco, Secretário de Relações Internacionais da Central, participou do encontro

Delegados de organizações de 25 trabalhadores de 13 países da América Latina e do Caribe que representam os interesses de 20 milhões de membros, concordaram em criar a União Democrática Alternativa, uma nova organização internacional.

Na conclusão do trabalho do encontro da Encontro Internacional da AlternativaDemocrática " Sindicalismo de valor para um futuro melhor", os líderes explicaram que a razão que o levou a tomar esta decisão devido às práticas antidemocráticas, falta de transparência e a indiferença mostrados pela Confederação Sindical das Américas (CSA) a que pertenciam.

Representantes da União anunciou sua saída do CSA e sua determinação para criar o novo grupo, que irá garantir os princípios da autonomia e independência do movimento dos trabalhadores.

Forma este novo grupo a Confederação Revolucionária de Trabalhadores e Camponeses (CROC), Confederação dos Trabalhadores do México (CTM), Confederação Geral do Trabalho da Colômbia, a Força Sindical do Brasil e a Confederação de Trabalhadores da Venezuela (CTV).

Além da Confederação Autônoma de Trabalhadores do Chile (CAT), Confederação Geral do Trabalho do Paraguai (CGT), Confederação dos Trabalhadores do Equador (CSE) e a Confederação Geral dos Trabalhadores Autónoma Panamá (CGTP), entre outros.

Os líderes eleitos membros da comissão que irá organizar o Congresso Constitutivo a ser realizado de 12-17 abril do próximo ano, em Bogotá, Colômbia, para aprovar os estatutos e os documentos básicos da Alternativa Democrática.

Nilton Souza da Silva, da Força Sindical do Brasil, explicou que o objetivo com os 53 líderes sindicais que participaram nas deliberações é transformar a Alternativa Sindical Democrática em uma organização de vanguarda que defende os interesses da classe trabalhadora e não as dos governos ou partidos políticos.

"Queremos uma organização plural, democrática e de vanguarda, que não se deixe pressionar por governos ou partidos políticos e que suas decisões sejam adotadas por consenso”.

Ele acrescentou a importância de ouvir as vozes dos seus membros em todas as questões, especialmente aqueles que têm a ver com a transparência e a prestação de contas, mas também naqueles para melhorar a defesa dos ganhos dos trabalhadores na região.

Ele explicou que eles decidiram deixar o CSA para a imposição de seus líderes, que nunca aceitaram as propostas para melhorar as condições que regem.

“O verdadeiro valor da democracia, reiterou, encontra-se no pluralismo e, portanto, a busca de consenso será uma prioridade”.

Os 53 sindicalistas se reuniram durante três dias na Cidade do México e foram recebidos nas instalações da CROC por Isaías González Cuevas, seu líder nacional.

"Na CROC estaremos atentos para o desenvolvimento do trabalho realizado e convidaremos a Comissão a notificar o mais rapidamente possível ao CSA a sua decisão de renunciar a sua adesão, para evitar qualquer problema legal", disse ele.

Além disso, ele disse que com esta decisão, se darão passos importantes para consolidar a força do movimento sindical na América Latina e Caribe.

Yahoo Espanha

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/23z

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Projeto que valoriza a vida dos motociclistas é aprovado em reunião

Sindec Canoas comemora o Dia do Comerciário com a categoria

Desaposentação: a injusta decisão do STF

STF entende que a desaposentação é ilegal

Centrais Sindicais da América Latina e Caribe repudiam ações e atropelos de Maduro na Venezuela

Supremo julgará desaposentação hoje

Fetracos-RS reúne dirigentes para encontro estadual

Garotas e Mulheres Calçadistas foram eleitas no último sábado

Para o País voltar a crescer

Secretário-geral da Força recebe convite do governo para participar de Conselhão

Diretor da Central debate Cidades Amigas do Idoso

Prévia da inflação oficial perde força em outubro

Indústria precisa qualificar 13 milhões de trabalhadores até 2020, diz pesquisa

Setor de serviços recua 3,9% e tem a maior queda para agosto desde 2012

Centrais vão intensificar luta por direitos

Inflação entre idosos desacelera no 3º trimestre, diz FGV

Por uma redução drástica nos juros

Petrobras anuncia política que reduz preços de diesel e gasolina

Campanha Salarial: Sindec rejeita proposta indecente dos patrões

INSS amplia a revisão de benefícios por incapacidade

Governo adia reunião com centrais para mostrar reforma da Previdência

Inflação para famílias de baixa renda acumula taxa de 9,15% em 12 meses

Corrida à poupança: saques superam depósito pelo 9º mês consecutivo, com fuga de R$ 50 bilhões

Brasil sofre com depressão e ansiedade

Sindec Quaraí assina acordo coletivo com rede de farmácias

Mais notícias

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br