Notícias

Crise Mundial 08/12/2008 0:00

Demissão de trabalhadores só aumenta a crise

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Miguel Torres, divulgou nota à imprensa ontem (4) repudiando a atitude das indústrias que ameaçam demitir milhares de trabalhadores no setor de autopeças. “Se efetuarem estas demissões, aí, sim, que a crise chega ao Brasil”, adverte o líder sindical.O sindicalista denuncia que empresas estão “usando a crise como desculpa para demitir”. “Precisamos pensar em conjunto para chegar às soluções que satisfaçam a todos”,

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Miguel Torres, divulgou nota à imprensa ontem (4) repudiando a atitude das indústrias que ameaçam demitir milhares de trabalhadores no setor de autopeças. “Se efetuarem estas demissões, aí, sim, que a crise chega ao Brasil”, adverte o líder sindical.

O sindicalista denuncia que empresas estão “usando a crise como desculpa para demitir”. “Precisamos pensar em conjunto para chegar às soluções que satisfaçam a todos”, pontua, lembrando que os empresários devem buscar o diálogo com os trabalhadores e o governo. “Onde há dinheiro público deve haver também a garantia de empregos”, acrescenta.

Ajuda oficial – Miguel Torres observa que, para garantir o financiamento para venda de veículos, foram colocados R$ 8 bilhões à disposição do setor automotivo pelos governos federal e do Estado de São Paulo. “Os patrões que demitem, porque estão enfrentando problemas ou como prevenção, só estão alimentando a crise. Precisamos pensar conjuntamente, empresários, trabalhadores e, sobretudo, governo”, enfatiza.

“As empresas faturaram alto nos últimos anos e não podem, agora, jogar o peso da crise sobre os trabalhadores e demitir como uma forma de solução aos problemas”, completa.

Números – Segundo dados nacionais do Sindipeças (fabricantes de autopeças), de 2004 a setembro de 2008, o setor cresceu 202,25%, ou seja, triplicou o seu faturamento. Já o setor de máquinas, segundo a Abimaq (associação da indústria), faturou 106,13% no período de 2004 a setembro de 2008, ou seja, mais que dobrou o seu faturamento.

Mais informações:
www.metalurgicos.org.br

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/Xo

Versão desta notícia em PDF



Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br