Notícias

Desemprego 29/07/2016 16:31

Desemprego sobe no 2º trimestre e já atinge 11,58 milhões de brasileiros

O País já tem 11,586 milhões de desempregados, segundo os dados da Pesquisa

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 11,30% no segundo trimestre, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este é o maior patamar de desemprego já registrado pela Pnad Contínua desde o início da série, em 2012.

O resultado ficou alinhado com a previsão dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, que estimavam uma taxa de desemprego entre 11,20% e 11,90%, com mediana de exatos 11,30%. Em igual período do ano passado, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 8,3%. No primeiro trimestre deste ano, a taxa havia ficado em 10,9%, no maior patamar da história até então.

A renda média real do trabalhador foi de R$ 1.972 no segundo trimestre de 2016. O resultado representa queda de 4,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 174,6 bilhões no segundo trimestre, queda de 4,9% ante igual período do ano anterior.

Desde janeiro de 2014, o IBGE passou a divulgar a taxa de desocupação em bases trimestrais para todo o território nacional. A nova pesquisa substitui a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), que abrangia apenas as seis principais regiões metropolitanas, e também a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) anual, que produz informações referentes somente ao mês de setembro de cada ano.

O País já tem 11,586 milhões de desempregados, segundo os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua). O montante representa um avanço de 38,7% no segundo trimestre do ano ante o mesmo período de 2015, o equivalente a 3,231 milhões de pessoas a mais em busca de uma vaga.

Ao mesmo tempo, 1,413 milhão de postos de trabalho foram fechados, uma redução de 1,5% na população ocupada no mesmo período.

Ainda no segundo trimestre, a população inativa cresceu 0,5%, com 344 mil pessoas a mais nessa condição, fora do mercado de trabalho.

A taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua fechou o segundo trimestre em 11,3%, no maior patamar da série histórica iniciada no primeiro trimestre de 2012. No segundo trimestre de 2015, a taxa de desocupação era de 8,3%. No trimestre encerrado em maio, o resultado foi de 11,2%. Já no consolidado do primeiro trimestre deste ano, a taxa havia alcançado 10,9%.

Jornal do Comércio

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/22q

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Lélio Falcão é empossado presidente do Conselho Municipal do Idoso

Desemprego fica quase estável com taxa de 10,3% em junho na RMPA

Centrais elaboram documento contra alterações nas leis trabalhistas

STIMMME amplia benefícios aos associados

Rodoviários de Porto Alegre comemoram o seu dia com grande confraternização

Aposentados e pensionistas do INSS receberão 50% do 13º em agosto

Ministro do Trabalho reforça compromisso com trabalhadores em Porto Alegre

Governo federal terá desafio de evitar prejuízos ao trabalhador em reforma

Reforma trabalhista vai prestigiar a negociação coletiva

Calçadistas reelegem diretoria do Siticalte com 86% de aprovação

Em Porto Alegre, Centrais Sindicais protestam contra juros altos

Juros baixos: um sinal verde contra a crise!

Reunião estadual da Central reúne lideranças sindicais em POA

Intenção de consumo de famílias gaúchas em julho cai ao menor nível desde 2010

Sindec comemora 84 anos de luta pelos comerciários de Porto Alegre

Central firma convênio com Ftec Faculdades

Entidades sindicais assinam convênio educacional com a Ftec Faculdades

Projeto dos Postos de Saúde 24 horas é aprovado pela Câmara Municipal

Câmara aprova MP que libera FGTS como garantia a empréstimo consignado

Sindec-POA disponibiliza exame gratuito para mulheres

Centrais reafirmam “Compromisso pelo Desenvolvimento”

Sindicalistas gaúchos se reúnem com Ministro do Trabalho neste sábado

40 horas semanais: Centrais Sindicais intensificam campanha

Central cria grupo de trabalho para discutir Contribuição Assistencial

Comunicado de falecimento 11/7

Mais notícias

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br