Notícias

Relações Internacionais 01/12/2017 11:09

Participação da Força Sindical no Conselho Geral da CSI, Bruxelas, Bélgica

Dirigente Nilton Neco representa a Central

Nilton Souza NECO, Secretário de Relações Internacionais da Forca Sindical participa da reunião do Conselho Geral da CSI( Confederação Sindical Internacional) que acontece desde quinta-feira (29/11) e vai até 01/12/2017, em Bruxelas, Bélgica. São debatidos no Conselho assuntos relevantes para os trabalhadores e o movimento sindical, como os relatórios sobre a situação de cada continente, novas frentes e prioridades da CSI, entre elas a organização do Congresso Mundial da CSI para 2018.

“A sociedade, os trabalhadores e o movimento sindical passam por um momento muito difícil, devido a onda de ataque aos direitos e a organização sindical no Brasil e no mundo. As impopulares e agressivas reformas no Brasil, a crise política, social e humanitária na Venezuela, as guerras e a grave crise de imigração são apenas exemplos da gravidade do contexto e a conjuntura que estamos atravessando com um custo altíssimo para os trabalhadores e o sindicalismo”, disse Neco.

A Forca Sindical, considera inaceitável, arbitrária e autoritária a decisão do Conselho Geral da CSI que suspendeu 10 importantes Centrais Sindicais das Américas, incluindo a Forca Sindical.

As Centrais Sindicais agora suspensas na CSI, se desfilaram em 2016 da CSA (Confederação Sindical de Trabalhadores/as das Américas) devido a desastrosa política sindical e administrativa desenvolvida por essa entidade nas Américas, entre elas o sectarismo, autoritarismo, falta de transparência e vínculos seletivo com Governos.  Como as 10 entidades Sindicais não concordavam com todas as políticas da CSA, foram submetidas a um processo de sufocamento e asfixiamento político que comprometeu gravemente o processo unitário forçando assim, a saída destas organizações do Congresso da CSA realizado em abril de 2016.

O Secretariado da CSI produziu um relatório mentiroso totalmente fora da realidade do processo sindical e político das Américas, e fez uma interpretação fantasiosa dos Estatutos da CSI que lhe permitisse articular seus argumentos junto a maioria do Conselho Geral para enquadrar e suspender as 10 organizações que jamais violaram os Estatutos nem atuaram contra os interesse da CSI, como foi informado aqui em Bruxelas.

“Nesse sentido, condenamos qualquer postura de sectarismos, ódio e autoritarismo de alguns setores sindicais internacionais.  Desde sua fundação a Forca Sindical tem se caracterizado pela defesa dos direitos dos trabalhadores, a Democracia, a unidade, o internacionalismo e a solidariedade entre os trabalhadores (as) do mundo.Portanto a nossa posição continuara firme para fortalecer o diálogo e a unidade dos trabalhadores e do sindicalismo internacional, para que juntos possamos contribuir na solução da crise”, concluiu,Neco.

Força Sindical

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/29V

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br