Notícias

Plenária 04/06/2009 0:00

Plenária Estadual da Força RS reforça o crescimento da entidade

Inspirados pelo hino do Rio Grande do Sul que lembra que ser forte, aguerrido e bravo não bastam e que algo mais deve ser feito, o presidente da Força Sindical, Cláudio Janta abriu, juntamente com os delegados que compõem a entidade, a plenária estadual deste ano. Durante todo o dia serão debatidos temas como o estatuto e as bandeiras sindicais, que vão ser aprofundadas no 6º Congresso da Força Nacional, no final de julho, em São Paulo.

Inspirados pelo hino do Rio Grande do Sul que lembra que ser forte, aguerrido e bravo não bastam e que algo mais deve ser feito, o presidente da Força Sindical, Cláudio Janta abriu, juntamente com os delegados que compõem a entidade, a plenária estadual deste ano. Durante todo o dia serão debatidos temas como o estatuto e as bandeiras sindicais, que vão ser aprofundadas no 6º Congresso da Força Nacional, no final de julho, em São Paulo.

Janta destacou o crescimento da Força RS, lembrando que dois anos atrás eram três setores compondo esta plenária e hoje são 113 entidades espalhadas por todo o Estado. Ele afirmou, ainda, que a importância da Força gaúcha pode ser refletida na presença do ministro do Trabalho, Carlos Lupi e dos presidentes de outros Estados, além do presidente nacional, Paulo Pereira, que participarão dos debates amanhã. Os integrantes da mesa também ressaltaram o que representa este encontro:

O deputado estadual e presidente da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias do Calçado e do Vestuário, Álvaro Boessio, destacou excelente trabalho que a direção da Força está fazendo e que esta postura deve continuar.

João de Freitas Brizola, presidente da Federação dos Vigilantes, destacou que é importante a união das entidades para que se chegue a um resultado positivo para os trabalhadores.

Edson Dorneles, presidente da Federação dos Metalúrgicos, afirmou que a diversidade e o vigor que esta central apresentam reflete na competência da sua condução. Ressaltou que, com esta crise, 18 mil metalúrgicos foram demitidos, o que coloca a responsabilidade da entidade de continuar defendendo a manutenção e a geração de empregos.

Nilton Neco, secretário de Relações Internacionais da Força Sindical, presidente do Sindicato dos Comerciários de Porto Alegre e anfitrião do evento, ressaltou a forma como a entidade está conduzindo a sua atuação, sempre buscando o crescimento e debatendo todos os temas. “Se uma central quer se organizar, ele deve crescer em números e em organização e a Força tem caminhado no sentido de ser uma central orgânica, que funciona independente de quem está na direção”.

Maria Izabel Garcia, representando os Municipários , ressaltou que a Força Sindical RS está ajudando o sindicato a ajudar os trabalhadores dos municípios a se posicionar e se unir, lutando pela categoria e afirmou que a união é importante para o trabalhador, independente da categoria.

Adão Hagstran, presidente do Sindicato dos Aposentados, ressaltou a importância de encontros como esta plenária estadual para o fortalecimento da unidade dos trabalhadores que estão na ativa e aposentados. Segundo eles, são as mesmas dificuldades enfrentadas.

Edson Feijó, presidente do Sindicado dos Zeladores, destacou que a projeção política da Central vai ser uma referência pela defesa dos interesses dos trabalhadores.

Dionísio Mazui, vice-presidente da Federação dos Trabalhadores no Comércio, lembrou que há mais de 20 anos, em Quaraí, a Fetracos começou a ser construída e hoje é uma realidade graças a obstinação de pessoas como o atual presidente da Força Sindical RS, Cláudio Janta. Afirmou que a Fetracos vai ser uma importante ferramenta na luta e na representação dos trabalhadores e que este é um passo significativo para os comerciários.

Lélio Falcão, presidente da Força Verde, falou das bandeiras levantadas pela Força Verde em relação ao meio ambiente e destacou que estas são importantes contribuições da Força Sindical gaúcha para a sociedade.

Jorge Frizo, representante dos Rodoviários, lembrou da importância da união dos sindicatos para a categoria, possibilitada pelo apoio da Força Sindical RS, que esteve junto com o sindicato e os trabalhadores rodoviários em momentos importantes e nas diferentes regiões do Estado.

Silvio Feijó, representando a Federação dos Químicos, falou da importância da organização sindical e da luta liderada por pessoas como Cláudio Janta e Nilton Neco, presidente e secretário de Relações Internacionais da Força RS, respectivamente. Ressaltou que os trabalhadores estão bem representados na busca de um caminho, principalmente para aqueles trabalhadores que estão perdendo os empregos neste momento de crise.

Rômulo Gobatto, representando a Federação dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social, de Orientação e Formação Profissional, destacou a preocupação da posição do Ministério Público em relação aos sindicatos e afirmou que a central precisa ir até o MP para debater a contribuição negocial.

Valcir Ascari, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Gravataí, destacou a necessidade de mais representantes dos trabalhadores em Brasília para defender os direitos da categoria no congresso e também ressaltou as vitórias nos debates diretos com os trabalhadores.

Durante a tarde três assuntosestão sendodebatidospelo grupo: estatuto, regimento interno e teses para serem levadas para o Congresso Nacional que vai acontecer de 29 a 31 de julho na cidade de Praia Grande, em São Paulo.

Danielle Almeida
Assessoria de Comunicação Força Sindical RS

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/ad

Versão desta notícia em PDF



Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Força Sindical-RS participa HOJE de ato pela redução de jornada

ALVORADA: Nova diretoria do Sindec Alvorada toma posse

Delegação da Força Sindical visita sede da UGT em Madri

Força Sindical participa de audiência pública com Ministro do Meio Ambiente

Desemprego fica estável em 15,3% em maio, diz Dieese

O Piso Regional tem a menor diferença para o Salário Mínimo desde a sua criação

RS tem 4.076 vagas a menos, informa Caged

Força RS defende pagamento de direitos autorais a compositores e a divulgação dos critérios da cobrança

Apelo nacionalista marca homenagem à Brizola

ESPANHA: Congresso da Confederação Intersindical Galega recebe dirigentes da Força Sindical

Guaíba: Força Sindical-RS marca presença em audiência pública sobre transporte coletivo

Sindicato do Vestuário de Taquara confirma bom trabalho e reelege diretoria

Reunião da Fetracos comemora reconhecimento da entidade

Força Sindical participa do III Seminário Gaúcho dos Trabalhadores

Visão do PPP sob a ótica legal vai ser debatida em Uruguaiana

Vigilantes reelegem diretoria

“A faixa de fronteira deve ser zerada”

Carta de Uruguaiana chega a São Gabriel

Projeto que regulamenta o comércio movimenta Câmara de São Gabriel

Força Sindical RS em Caçapava e São Gabriel

Lupi e Janta plantam árvore em comemoração ao Dia Internacional do Meio Ambiente

Presidente da Força Nacional assina filiação da Fetracos

Quem gosta de café requentado?

Carta Sindical que reconhece juridicamente a Fetracos é assinada pelo ministro do Trabalho

Técnica do Dieese afirma que economia do país está crescendo

Mais notícias

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br