Notícias

Emprego 28/11/2017 12:44

Por que nunca fui chamado para entrevista?

Descubra que erros você comete para ser eliminado no início da seleção

Se você vive repetindo a frase “nunca fui chamado para entrevista” e não consegue entender o que há de errado, pode estar repetindo algum – ou alguns – dos quatro erros que mais eliminam candidatos nas primeiras etapas da seleção.  Confira quais são esses erros na opinião de Patricia Beltran, RH da VAGAS.com, e o que você pode fazer para se afastar deles.

Por que nunca fui chamado para entrevista?

1. Porque seu currículo diz pouco sobre você

Essa é uma das principais razões que fazem tantos candidatos não passarem pela primeira etapa do processo seletivo, que é a triagem de currículos. Quem é reprovado de cara, não tem chance de participar das outras etapas da seleção. “As pessoas às vezes fazem um currículo muito resumido, apenas relatando nome da empresa e cargo que ocuparam, com descrições muito curtas, que não relevam os pontos fortes daquela posição”, explica Patrícia.

A dica é não se resumir apenas às informações operacionais. Se você for um analista de contas a pagar e a receber, não diga apenas que sabe preencher planilhas, mas que tem experiência em acompanhamento de budget e contas do banco etc.

2. Você se candidatou a uma vaga que não tem a ver com seu perfil

Se você for advogado e estiver se candidatando a uma vaga de atendimento sem ter ideia do que isso significa, sua chance de participar do processo seletivo é praticamente zero. “São formações diferentes e competências muito diferentes”, explica Patrícia.

A dica é manter o foco e evitar o desespero, buscando vagas com seu perfil, mesmo em momentos de crise, como este que vivemos hoje. A lição de casa é fazer o checklist dos requisitos da vaga a que você vai se candidatar e só entrar na disputa das vagas que estão realmente alinhadas ao seu perfil.

3. Porque você não atende todos os requisitos da vaga

Quando um recrutador faz a triagem dos currículos, ele coloca na busca todos os requisitos descritos no anúncio da vaga. Por isso, quando você se candidata a uma vaga e preenche apenas nove dos dez requisitos, há uma boa chance de você ser desclassificado exatamente pelo requisito que está faltando e não ser chamado para a entrevista. Então, para não ter de continuar repetindo “nunca fui chamado para nenhum processo seletivo”, a recomendação é prestar muita atenção nas exigências do anúncio.

Se ele disser que inglês será um “diferencial” e você não tiver inglês, tudo bem. Agora, se para preencher a vaga for imprescindível ter experiência em logística e você não tiver… Melhor passar para a próxima para não criar expectativas que muito provavelmente serão frustradas e não será chamado para entrevista.

4. Porque você foi mal no teste online

Muitas vagas exigem que os candidatos façam um teste de português ou raciocínio lógico, por exemplo. Nesses processos, existe uma nota mínima de corte que, se você não atingir, automaticamente estará eliminado e não receberá nenhum contato. Assim, de novo, não será chamado para entrevista.

Fonte: Fernanda Bottoni/ Vagas.com

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/29T

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br