Notícias

INSS 03/07/2018 15:15

Segurado deve ficar atento a regras para manter auxílio

Desde que o governo começou a apertar as regras dos benefícios por incapacidade do INSS, em meados de 2016, os segurados têm enfrentado dificuldade para manter o auxílio-doença

Além do pente-fino que o órgão está passando em aproximadamente 530 mil auxílios –90% deles com chance de serem cortados–, medidas mais discretas adotadas para restringir os gastos com esse benefício, como a alta programada, se transformaram em barreiras para pessoas que estão temporariamente incapacitadas para suas atividades profissionais.

"Está mais difícil manter o auxílio-doença e isso também ocorre pela combinação da alta programada com a demora para conseguir tratamento na rede pública", afirma a advogada Marta Gueller, do escritório Gueller e Vidutto.

"Imagine um chapa que teve uma hérnia abdominal ao descarregar o caminhão, o que é bem comum. Ele poderia voltar ao trabalho em 30 dias, porque esse é o tempo de recuperação, mas, nesse intervalo, ele não consegue nem mesmo fazer o exame no Sistema Único de Saúde", explica.

Desde junho de 2017, o auxílio-doença é concedido por, no máximo, 120 dias (quatro meses). Mas o prazo poder ser menor, conforme a avaliação do perito sobre o tempo necessário  para a recuperação do trabalhador.

Para não perder o direito aos pagamentos, o beneficiário precisará solicitar a prorrogação quando estiverem faltando 15 dias para o encerramento do auxílio.

A perda do prazo resultará na suspensão do benefício. Mas, muitas vezes, o corte também ocorre quando o segurado realiza a perícia na qual pede a prorrogação.

“Se, mesmo cumprindo todas as exigências do INSS, o pedido de renovação for indeferido, a saída será procurar a Justiça”, orienta Marta.

“Mas o segurado deve estar ciente sobre a necessidade de manter os exames e relatórios médicos atualizados para comprovar o diretos em uma perícia judicial”, completa.

Agora SP

 

 

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/2B1

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br