Notícias

Faixa de Fronteira 2015 17/04/2015 11:03

Seminário Faixa de Fronteira aprova encaminhamentos da Carta de São Borja 2015

A atividade aconteceu na sexta-feira (17) na Câmara Municipal de São Borja.

Após a leitura da Carta de São Borja, organizada durante o 7º Seminário Faixa de Fronteira, público aprovou os encaminhamentos definidos no documento. O texto apresenta os resultados das primeiras edições com encaminhamentos aos Parlamentos Estadual, Federal e do MERCOSUL, onde estão destacadas as áreas da saúde, educacional, transportes, comércio e serviços. Confira abaixo clique aqui:

 

 

CARTA DE SÃO BORJA 2015


7º SEMINÁRIO DA FORÇA SINDICAL SOBRE A FAIXA DE FRONTEIRA DO MERCOSUL

Nesta sétima edição do Seminário da Força Sindical sobre a Faixa de Fronteira do Mercosul, a Força Sindical do Rio Grande do Sul apresenta os resultados das primeiras edições com encaminhamentos aos Parlamentos Estadual, Federal e do MERCOSUL, onde destacamos as áreas da saúde, educacional, transportes, comércio e serviços.

Reiteramos o desconhecimento das legislações e implicações, o que mantém a necessidade de avanços na descrição precisa, acadêmica, do que efetivamente compõe a Faixa de Fronteira e das relações que ocorrem nesta região cuja caracterização hoje se retoma.

A Lei nº 6.634, de 1979 é pelo menos dez anos anterior ao Tratado de Assunção, que cria o MERCOSUL, ainda totalmente desconsiderada, pois no chamado “Arco Sul” das fronteiras brasileiras temos apenas três estados da região sul – Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina, que fazem fronteiras somente com países integrantes deste tratado – Argentina, Paraguai e Uruguai, ensejando no nosso entendimento um tratamento diferenciado, o que não vislumbramos decorridos mais de vinte anos da assinatura do Tratado, embora nestes três estados tenhamos 418 dos 588 municípios que o Ministério da Integração Nacional relaciona nos 11 Estados da Federação.

É importante também o estudo e a proposta de atualização das legislações ambientais, trabalhistas, educacionais, de trânsito e outras que possam e devam ser equalizadas para que não ocorram desequilíbrios entre os componentes do bloco econômico latino-americano em implantação.

Com estas considerações foram propostas:

1. A realização da 9º Conferência Internacional do Bioma Pampa, entre setembro e novembro de 2015;

2. A realização do 8º Seminário Internacional da Faixa de Fronteira, entre março e abril de 2016;

3. Realizar o 2º Seminário sobre Desertificação, Degradação da Terra e Efeitos das Estiagens, em Alegrete, entre junho e julho deste ano;

4. Apoiar a implantação de uma Zona Franca na Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul, à semelhança da Zona Franca de Manaus;

5. Garantir tratamento tributário diferenciado para atividades econômicas desenvolvidas no interior da Faixa de Fronteira;

6. Realizar mobilização entre Prefeitos, Vereadores, Empresários e Trabalhadores, buscando formas ambientalmente sustentáveis para a efetiva implantação da Lei Nacional de Resíduos Sólidos, com vigência plena prevista para agosto de 2014; estudando a organização de consórcios municipais e viabilidade de PCT (Pequens Centrais Térmicas);

7. Atuar junto aos Parlamentos Municipais, do Estado, da União e do MERCOSUL, ampliando o debate sobre o tema Faixa de Fronteira;

8. Acompanhar no Congresso Brasileiro e Parlamento do Mercosul a revisão do atual conceito de Faixa de Fronteira, nas suas dimensões restritivas ao investimento, à geração de emprego e renda, sem que isto signifique abrir mão da segurança em nossas fronteiras, garantindo através de tributação diferenciada uma compensação face a distância da oferta de serviços, destacando o organização da Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Faixa de Fronteira, no Congresso Nacional;

9. Ampliar investimentos em logística de transporte com maior eficiência energética – ferrovia e hidrovia, em especial em linhas internacionais, na Faixa de Fronteira, tendo como primeira experiência o Trem de Turismo do Mercosul (Rivera – Livramento – Cacequi – Uruguaiana - Passo de Los Libres), parcialmente implantado; agilizando a duplicação da BR 290; conclusão e melhorias na BR 472, em especial a construção da ponte do Rio Ibicui, sobre a BR 472, entre São Borja e Porto Xavier; plataforma logística na cidade de São Borja;

10. Continuar apoiando o PL 6.316, de 2009, do Dep. Marco Maia, com emenda do Dep. Ibsen Pinheiro, que trata da criação de Free Shops, agregando a criação/implantação de Zonas de Processamento de Exportação – ZPEs, cuja Lei já assinada pela Presidenta Dilma Roussef, dependendo apenas de determinações legais no âmbito da Receita Federal e acertos nas legislações municipais daqueles que podem receber estes Free Shops, garantindo compras para estrangeiros e brasileiros apenas em trânsito, sob pena de quebrar o comércio local;

11. Efetiva participação do Estado do Rio Grande do Sul (Poder Executivo, Legislativo, representação patronal e de trabalhadores – Força Sindical) no Grupo de Trabalho Interfederativo criado pelo Ministério da Integração Nacional, por proposição do Comitê de Articulação Federativa (CAF), da Secretaria de Relações Institucionais (SRI) da Presidência da República;

12. Contribuir na criação de grupo de trabalho no Instituto Girassol para apoiar projetos de desenvolvimento e geração de emprego e renda nos municípios da Faixa de Fronteira;

13. Obter dos Fóruns das duas Mesorregiões criadas no âmbito do Ministério da Integração Regional “Metade Sul do Rio Grande do Sul” “Grande Fronteira do Mercosul” para realizar estudos e planos com vistas a recompor suas dinâmicas evolutivas, o relatório com as ações dos quatro últimos anos;

14. Estudar a implementação de novas atividades produtivas na Faixa de Fronteira, respeitando a cultura, a história e outros fatores locais, destacando a “geração de energia”, “polo naval”, e “polo da fruticultura”, “polo de saúde”; “polo mineral”.

15. Apoiar a proposta de implantação de um Campus da Universidade do Mercosul no Rio Grande do Sul, preferencialmente em município da Fronteira Oeste, conforme PLS 017; facilidade de locomoção docente e discente entre países do Mercosul e estabelecimento de bancas binacionais para validação de diplomas entre países signatários do Mercosul.

16. Propor a atuação mais forte dos órgãos federais, IBAMA, Instituto Chico Mendes e outros, na questão da poluição de rios, lagos e área alagáveis na fronteira do Mercosul e estabelecimento de legislações de pesca adequadas aos rios e lagunas (água doce, onde algumas espécies predadoras – surubi e dourado, tem população muito ampliada), mas buscando a uniformidade nos diversos países com os quais o Brasil faz fronteira;

17. Solicitar ao Ministério de Relações Exteriores – Itamaraty, Câmara Federal e outros, cobrando reciprocidade de tratamento aos cidadãos brasileiros nos países do Mercosul;

18. Apoiar a revisão e atualização do Plano de Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira do Estado do Rio Grande do Sul – PDIF/RS, incluindo avaliações realizadas durante este encontro.


Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/1q6

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Notícias relacionadas

Facebook

Notícias deste período

Central integra ato por redução dos juros

Gincana Metalúrgica do STIMMME integra profissionais do setor

Desemprego sobe para 6,2% em março, maior taxa desde 2011

Gravataí recebe evento esportivo para metalúrgicos

Lojistas e comerciários cobram medidas para coibir falta de segurança no comércio de rua da Capital

Nova pedalada do governo no bolso do trabalhador

“Seminário Mulheres Empoderadas” encerra com palestra sobre saúde psicológica

Regulamentação da terceirização é tema de palestra no Seminário das Mulheres

Mulheres debatem sobre Saúde e Movimentos Sociais

Depoimentos pessoais emocionam na abertura do Seminário “Mulheres Empoderadas”

Fiscalização do Sindec Porto Alegre atua no feriado em defesa dos comerciários

Secretaria da Mulher realiza seminário para integrar as mulheres sindicalistas

"Trabalhadores não vão pagar pela crise"

Adilson Bogorni é reeleito presidente do SEC São Jerônimo

Comerciários de São Jerônimo irão eleger nova diretoria

Legislação e financiamento são temas de seminário sobre Faixa de Fronteira

Seminário debate sobre desenvolvimento e integração na Fronteira Oeste

Trabalhadores da GM em Gravataí projetam negociação difícil com direção da montadora

Pesquisa mostra que brasileiro gasta em média R$ 27,36 ao dia para almoçar fora

Nota de Descontentamento

Plenário deve retomar hoje votação de projeto da terceirização

Queda na renda do trabalhador afetou varejo em fevereiro, avalia o IBGE

Rodoviários de Alvorada pedem mais segurança no trabalho

Seminário Faixa de Fronteira tem palestrantes confirmados para o evento

Seminário capacita interessados em atuar como Conselheiro Tutelar em Porto Alegre

Mais notícias

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br