Notícias

Conversa 16/05/2016 11:34

Temer convoca reunião com sindicatos para segunda-feira

O encontro foi agendado após o mal estar gerado junto às centrais sindicais pelos comentários do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles.

O presidente interino, Michel Temer (PMDB), convocou para segunda-feira (16), às 15h, em Brasília, reunião com centrais sindicais para discutir possíveis mudanças na Previdência Social, afirmou ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, o deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), o Paulinho da Força.

Segundo ele, o encontro foi agendado após o mal estar gerado junto às centrais sindicais pelos comentários do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, durante entrevista coletiva na última sexta-feira.

Paulinho contou que a Força Sindical, entidade presidida por ele, quer ouvir as propostas de Temer e a ideia do encontro é "acertar procedimentos".

Em conversas anteriores com representantes do atual governo, teria sido dito que nada mudaria sem ampla negociação com centrais sindicais, afirmou Paulinho da Força. "Queremos que seja o governo do diálogo, que não seja um governo que decida de cima para baixo", acrescentou.

Entre os pontos defendidos, o político disse que não aceitará alterações na idade mínima para aposentadoria de quem já estiver trabalhando. "Se for para discutir para quem começa a trabalhar agora, até é possível.

O jovem que começa a trabalhar agora vai viver 100 anos e é possível trabalhar um pouco mais", afirmou. Além da Força Sindical deverão estar presentes no encontro de amanhã representantes da União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Nova Central Sindical dos Trabalhadores. "A CUT foi convidada, mas acho que eles não vão", acrescentou Paulinho.

Na entrevista, na sexta-feira, Meirelles defendeu a mudança nas regras da Previdência. "A reforma da Previdência é uma necessidade. A Previdência tem que ser autossustentável ao longo do tempo", disse.

O ministro também defendeu uma idade mínima para as aposentadorias. No mesmo dia, Paulinho da Força chamou de "estapafúrdias" as ideias do ministro da Fazenda.

"A Força Sindical repudia qualquer tentativa de se fazer uma reforma da Previdência que venha a retirar direitos dos trabalhadores", disse por meio de nota. "A estapafúrdia ideia defendida pelo atual ministro é inaceitável porque prejudica quem ingressa mais cedo no mercado de trabalho, ou seja, a maioria dos trabalhadores brasileiros. Vale lembrar que o último governo já fez mudanças no regime da Previdência que só resultaram em prejuízos para os trabalhadores", acrescentou o dirigente.

Exame

Link alternativo: http://fsindical-rs.org.br/n/20x

Versão desta notícia em PDF




Tags:    força sindical   rs

Enviar notícia para amigo(a)

Imagem de verificação

Facebook

Notícias deste período

Sisu abre inscrição para mais de 56 mil vagas na edição do 2º semestre

Fiscalização garante direitos dos comerciários no feriado

Feriado terá fiscalização no comércio de Porto Alegre

Nota da Força Sindical sobre as medidas anunciadas hoje (24) pelo governo

Dirigentes prestigiam a posse do desembargador do Tribunal Regional do Trabalho

Michel Temer vai propor flexibilizar jornada de trabalho e salário

Diretores são empossados no Colégio Deliberativo do FDDR

Justiça legitima contribuição assistencial para trabalhadores não sindicalizados

Elvio de Lima debate reforma previdenciária em reunião sindical nacional

Governo Temer não vai retirar direitos, mas aprimorá-los, garante ministro do Trabalho

Metalúrgicos rejeitam proposta de acordo da GM

Avança projeto pela educação em tempo integral nas escolas municipais de Porto Alegre

Cinco municípios gaúchos somam mais de 25 mil pedidos de seguro-desemprego

Centrais apresentarão proposta de reforma da Previdência no dia 30

Federação realiza encontro estadual com dirigentes

Contribuintes já podem consultar extrato da declaração do IR 2016

14 milhões devem ficar sem emprego até o final do ano

Temer reúne centrais e cria grupo de trabalho por reforma da Previdência

NOTA: Ideias estapafúrdias de Meirelles sobre a Previdência

Atividade econômica tem queda de 0,36% em março

Sindicato dos Metalúrgicos pede apoio do governador Sartori contra o desemprego

Com vendas em queda, montadoras tentam rever benefícios de empregados

Exportações gaúchas registram queda de 20,3% em abril

Cesta básica ficou R$ 6 mais cara em abril

Audiência entre trabalhadores e General Motors no TRT/RS termina sem acordo

Mais notícias

Twitter

Jornais

Vídeos

8º Congresso da Força Sindical-RS

Confira os principais momentos do Congresso Estadual da Central

Outros vídeos

Campanhas






Quem somos

Sobre a Força Diretoria Atuação no Estado Metas Filiados

Secretarias

Juventude Meio ambiente Formação Sindical Saúde do trabalhador

Materias oficias

Álbum de fotos Vídeos Jornais Logotipos da Força Jingles

Publicações

Notícias Agenda Tweets Interativas Artigos

Comunicação

Fale conosco Informativo Canal RSS Como chegar Mapa do site

Campanhas

Fórum Social Mundial Faixa de Fronteira 2015 Bioma Pampa Posto de Saúde 24h Trabalho Decente
Força Sindical do Rio Grande do Sul
Cristovão Colombo, 203 - Porto Alegre
Rio Grande do Sul, Brasil
CEP 90560-003 - Fone: (51) 3228.0098
contato@fsindical-rs.org.br